fbpx
7.3 C
Espinho Municipality
Sexta-feira, Dezembro 4, 2020
Inicio Notícias Desporto Competição de Surf volta à Praia da Baia em outubro

Competição de Surf volta à Praia da Baia em outubro

Data

- Publicidade -
De 6 a 9 de Outubro, os melhores juniores europeus deslocam-se em peso até Espinho para aquela que será uma etapa única do Pro Júnior Europeu e onde o título de 2020 vai estar em jogo, tanto a nível masculino, como feminino.
Depois das provas juniores entrarão em cena os melhores longboarders europeus. O Longboard Pro Espinho está marcado para os dias 10 e 11 de Outubro.

Desde 2014 que Espinho se tem afirmado no calendário internacional de WSL e se tem estabelecido como um palco primordial do Pro Júnior Europeu e também de longboard. E em 2020, apesar da pandemia, a Baía de Espinho vai continuar a servir os melhores surfistas europeus com ondas de qualidade. É que o Espinho Surf Destination está confirmado para o início de outubro e servirá como evento de teste para a WSL preparar a temporada de 2021, além de, sobretudo, coroar os campeões europeus juniores e campeões europeus de longboard.

“Esta vai ser uma prova única dos respetivos circuitos e servirá de teste para os futuros eventos da WSL”, confirmou Gonçalo Pina, organizador do Espinho Surf Destination, ao Record. Dessa forma, de 6 a 9 de Outubro, os melhores juniores europeus deslocam-se em peso até ao norte do país para aquela que será uma etapa única do Pro Júnior Europeu e onde o título de 2020 vai estar em jogo, tanto a nível masculino, como feminino. É por isso natural que a lista de inscritos divulgada pela WSL conte com uma participação recorde, estando já praticamente todas as vagas ocupadas.

Do lado masculino, das 128 vagas disponíveis, falta preencher apenas uma, havendo depois ainda dois wildcards disponíveis. Entre os surfistas inscritos há 27 portugueses: Joaquim Chaves, Guilherme Ribeiro, Martim Nunes, Martim Ferreira, Daniel Nóbrega, Gabriel Ribeiro, Rodrigo Lebre, Ricardo Brandão, Francisco Ordonhas, Salvador Costa, José Ribeiro, Martim Carrasco, João Pereira, Guilherme Costa, Lourenço Sousa, Rafael Silva, José Maria Bruschy, João Roque Pinho, Francisco Mittermayer, Martim van Zeller, Francisco Queimado, Tiago Faria, Tomás Nunes, Nilton Freitas, João Crespo, João Vidal e Martim Paulino.

Já na prova feminina, as inscrições já excederam o limite de 48 vagas, havendo já um número considerável de surfistas em lista de espera. Portugal vai estra representado por sete surfistas: Carolina Santos, Francisca Veselko, Beatriz Carvalho, Gabriela Dinis, Raquel Otero, Camila Cardoso e Sofia Silva. Todas elas procuram suceder à compatriota Mafalda Lopes, como a nova campeã europeia júnior da WSL.

Depois das provas juniores entrarão em cena os melhores longboarders europeus. O Longboard Pro Espinho está marcado para os dias 10 e 11 de Outubro, mas ainda não está disponível a lista de inscritos para esta prova, que também definirá os títulos europeus da categoria.

“O evento estava originalmente marcado para março, mas tivemos de adiar devido ao Estado de Emergência que foi declarado na altura. Optámos por deixar as datas em suspenso porque havia muita vontade de fazer o evento. Assim como a Câmara Municipal de Espinho também tinha essa vontade. Conseguimos encontrar uma data para fazer um campeonato único, também do Pro Júnior como de longboard, que coroa os campeões europeus. É uma notícia muito boa para nós”, frisou Gonçalo Pina.

Estas novidades vão obrigar a um reforço das medidas de segurança por parte da organização, mas também à criação de live streaming do evento – outra das grandes notícias. “Vamos ter transmissão em direto e super regras de segurança. Vamos ter o acesso à área de prova muito restrito. A WSL tem muita confiança em nós e dá-nos credibilidade, por isso acredito que vamos ultrapassar todos os desafios propostos e organizar um campeonato muito bom”, previu.

in: Record.pt

Últimas notícias

- Publicidade -

APP EspinhoTV

Disponível no Google Play

EspinhoTV

GRÁTIS
BAIXAR