20.9 C
Espinho Municipality
Terça-feira, Agosto 16, 2022
spot_img

ÚLTIMAS

Filme romeno vence Lince de Ouro na 18ª edição do FEST 2022

Numa edição onde o amor foi o tema principal do festival, o Lince de Ouro – principal galardão a concurso – foi entregue a “Imaculat”, um drama baseado na história pessoal da realizadora, Monica Stan. Trata-se da história de uma jovem inocente arrastada para a droga pelo namorado, que se vê numa clínica de reabilitação a ter que gerir sentimentos frágeis e perigosos. Quanto ao Grande Prémio Nacional, o prémio foi atribuído a “Mansa”, de Mariana Bártolo. Foram atribuídas ainda duas menções honrosas: “Da sala ao cinema à rua”, de Leonardo Miranda e “A rapariga de Saturno”, de Gonçalo Almeida.

Nas longas-metragens de ficção que concorreram ao Lince de Ouro, há, também, destaque para o boliviano Alejandro Loayza Grisi, distinguido com uma menção honrosa para a fotografia do filme “Utama”, uma história simples e impactante sobre as consequências das alterações climáticas. A outra menção honrosa foi para a realização do suíço Michael Koch em “A piece of sky”. Na categoria Melhor Documentário, o vencedor do Lince de Ouro foi “Alis”, uma coprodução da Colômbia, Chile e Roménia, película assinada por Clare Weiskopf e Nicolás Van Hemelryck que retrata a pobreza, a violência, os abusos e a falta de oportunidades.

Nas curtas-metragens, o Lince de Prata – Ficção foi atribuído ao filme alemão “Mona & Parviz”, de Kevin Biele, sobre os casamentos por conveniência. Também neste segmento houve direito a uma menção honrosa, desta feita para o filme de Singapura “A man trembles”, de Lam Li Shuen e Mark Chua. O coletivo conhecido como Emoumie é o mais sofisticado dos realizadores de Singapura, que reflete nas ansiedades e incertezas que se vivem, aquando de crises mundiais.

O vencedor do Lince de Prata – Documentário foi “Even though they steal my dreams”, da belga Zoé Brichau, filme que mergulha na revolução chilena de 2019. Já o filme “My period is late”, de Cai Ning, recebeu uma menção honrosa., pela viagem de exploração para a maternidade.

O Lince de Prata – Animação distinguiu “Terra incógnita”, de Pernille Kjaer e Adrian Dexter, que segue a vida numa ilha misteriosa, habitada por seres imortais.

Esta cerimónia de encerramento contou com a presença de Leonor Lêdo da Fonseca, vereadora da Câmara Municipal de Espinho.

A próxima edição está marcada entre 19 a 26 de junho de 2023.

Latest Posts

spot_imgspot_img

NÃO DEIXE DE VER

EspinhoTV

GRÁTIS
BAIXAR