Ouviu-se a Feira de Espinho no projeto “Holograma”

O Projecto “Holograma da Casa na Área Metropolitana do Porto” estará em Espinho entre 21 e 24 de Outubro com espectáculos no Auditório de Espinho, procurando reproduzir a vivência da Casa da Música possibilitando “experiências musicais com raiz pedagógica e educativa, mas, principalmente, ir ao encontro das pessoas que mais cuidados carecem”.

Os concertos e actividades educativas são produzidos no âmbito de uma programação especialmente concebida para o concelho de Espinho, com a qualidade artística e os cuidados de produção que caracterizam a Fundação Casa da Música.

Esta quinta-feira à noite foi especial, pois assistimos a um momento musical “Ó Maria, vem cá ver… a Feira de Espinho!”, com a participação de músicos da academia e 30 espinhenses, de diferentes idades, de três instituições de cariz social do concelho de Espinho. A partir de melodias como a «Vareira», de Fausto Neves, pérola incontornável do cancioneiro local, e das cordas soltas de um violoncelo, todas as Marias, todos os Manéis, todo o mundo é convidado a «vir cá ver» este retrato da Feira (e) de Espinho. A próxima sessão deste espetáculo será no próximo dia 24 de Outubro pelas 18 horas.

Os espectáculos são gratuitos e limitados à lotação da sala (284 lugares). Os bilhetes podem ser levantados na Academia de Música de Espinho (máximo de 4 bilhetes por pessoa).

O projecto “Holograma” é organizado pela Área Metropolitana do Porto (AMP) e Casa da Música do Porto tendo como parceiros o Município de Espinho, Academia de Música, CerciEspinho, Centro Social de Paramos e Associação Desenvolvimento do Concelho de Espinho (ADCE).