Programação até ao final do ano do Auditório de Espinho

Programação até ao final do ano do Auditório de Espinho
McDonalds_530x80_baixonoticia

Depois de ter arrancado no dia 28 de Setembro com um concerto da Orquestra Clássica de Espinho e do pianista Fausto Neves, o último trimestre de 2018 no Auditório de Espinho – Academia continua em Outubro ao som do jazz.

Na próxima sexta-feira, 19 de Outubro, a Orquestra de Jazz de Espinho junta-se ao reconhecido saxofonista britânico Julian Argüelles para apresentar “A Northern Wind”, um espectáculo em que escutaremos algumas das obras que consagram o músico como um dos mais notáveis compositores de jazz contemporâneos. Na semana seguinte, no sábado dia 27 de Outubro, Uri Caine, um dos pianistas mais originais e transversais que a música nos ofereceu nas últimas décadas, apresenta-se a solo com um repertório que inclui composições originais, improvisações livres, alguns standards de jazz e reinterpretações de compositores clássicos como Mozart, Mahler e Bach.

No dia 9 de Novembro, a Orquestra Clássica de Espinho volta a receber a presença do violinista Gilles Apap num concerto integrado na iniciativa Anta Capital do Violino da Junta de Freguesia de Anta. A obra central será o Concerto para Violino, em Ré Maior, op. 61, de Ludwig van Beethoven. No dia seguinte, 10 de Novembro, há mais jazz no AdE pela voz de Beatriz Nunes num concerto com o carimbo do Misty Fest. Em formato quarteto, apresentará as canções de Canto Primeiro, álbum lançado este ano, e que tem merecido rasgados elogios da imprensa nacional.

No dia 16 de Novembro, ainda no âmbito do Misty Fest, Will Samson vai propor uma viagem algures entre uma delicada folk e derivas electrónicas ambientais. Com essa certeza: chegou a altura do grande público em Portugal conhecer o mistério e a beleza das criações do britânico. No dia seguinte, 17 de Novembro, a percussionista e compositora japonesa Midori Takada – na sua estreia em Portugal – actua em Espinho num momento que se adivinha histórico. Autora do lendário Through The Looking Glass, Midori Takada é conhecida pelas suas apresentações profundamente espirituais, que fascinam pela sua técnica virtuosa, sensibilidade acústica, iluminação coreografada e pela experiência auditiva transformadora.

A fechar Novembro, no dia 30, os Giant Sand de Howe Gelb apresentam-se em Espinho num concerto com data única em nacional. A partir de Tucson, os norte-americanos mostraram-se exímios ao fundir géneros como a Americana, o rock a alt-country e assinaram uma discografia extensa dedicada a retratar os Estados Unidos da América ao longo de mais de 30 anos.

Em Dezembro, no dia 1, o AdE apresenta uma das maiores vozes da música brasileira, Joyce Moreno, que em 2018 celebra 50 anos de carreira. Nascida no Rio de Janeiro, a cantora, compositora, arranjadora e instrumentista tem na sua bagagem uma extensa discografia e cerca de 400 gravações de músicas suas por alguns dos maiores nomes da música popular brasileira como Elis Regina, Maria Bethania, Gal Costa, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Edu Lobo ou Elizeth Cardoso. A fechar 2018, no dia 14 de Dezembro, a Orquestra de Jazz de Espinho junta-se a Marta Hugon num concerto com repertório natalício que revisitará as sonoridades que a telefonia propagava em meados do século passado.

O concerto da dupla Birds on a Wire, agendado para o início de Novembro a bordo do Misty Fest foi cancelado por motivos inadiáveis apresentados pelas artistas.

Artigos Relacionados