fbpx
12.2 C
Espinho Municipality
Terça-feira, Junho 28, 2022
spot_img

ÚLTIMAS

Projeto Erasmus “Eco-Heritage Matters” termina em beleza

A última Mobilidade do projeto Erasmus+ “Eco-Herit@ge Matters” aconteceu em Portugal (Espinho e Ovar), e trouxe 19 alunos e 9 professores dos quatro países estrangeiros envolvidos no projeto.

Entre 15 e 22 de maio, o Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Gomes de Almeida e o Agrupamento de Escolas de Ovar Sul receberam os seus parceiros da Croácia, Grécia, Itália e Roménia. A professora Marisa Rocha, coordenadora do projeto, contou com um forte apoio por parte da Câmara Municipal de Espinho, que se revelou incansável na ajuda prestada em toda a logística que um evento desta envergadura implica, contribuindo, nomeadamente, com transportes, lembranças, espaços, panfletos informativos, comida, entre outros.

O evento foi abrilhantado pela presença do Presidente da Câmara, Miguel Reis, da Vereadora da Educação, Maria Manuel Cruz, e de outros representantes da instituição, em várias ocasiões ao longo da semana, nomeadamente, na sessão de boas-vindas, que decorreu na sede do agrupamento de Espinho, e na festa de encerramento, no FACE, destacando-se a disponibilidade e simpatia de todos.

Os convidados estrangeiros foram recebidos de braços abertos pela grande maioria dos alunos do 9º3, 9º4 e 9º6, que os acompanharam nas várias atividades desenvolvidas ao longo da semana, de manhã à noite. Os Encarregados de Educação foram exímios na preparação do coffee-break do dia da receção e do jantar de despedida, tendo preparado autênticos banquetes e estando, também eles, presentes nestas ocasiões, provando que a escola é muito mais do que apenas a sala de aula. A semana foi recheada de atividades e aventuras. Na receção, alunos vestidos de vareiros e varinas receberam a comitiva, oferecendo sorrisos e as típicas sardinhas (pendentes) que eles mesmos fizeram, bem como sacos com cadernos, lápis, e outros materiais necessários para o trabalho de toda a semana, além de algumas lembranças fornecidas pela Câmara Municipal de Espinho.

No auditório da escola, procedeu-se às apresentações dos parceiros ao Presidente da Câmara e à Vereadora da Educação, bem como ao Diretor do agrupamento e à Presidente do Conselho Geral, seguidas de troca de lembranças, apresentações das escolas pelos alunos visitantes, e dois momentos musicais e dançantes preparados pelos alunos Davi dos Passos (9º3) e Mónica Vieira (9º4). Depois do coffee-break, gentilmente oferecido pelos Encarregados de Educação Portugueses, plantou-se um vaso multinacional com sementes dos vários países.

A seguir ao almoço na cantina da escola, realizou-se o peddy-paper “Discover Espinho”, preparado e orientado pela turma de Técnico de Desporto, do 11º ano, e do seu professor / diretor de turma Hugo Pinto. Ao longo da semana, foram sendo proporcionadas, aos visitantes, inúmeras oportunidades de conhecer a cultura, património, música, ecologia, tradições e gastronomia de Espinho, Ovar, Porto e Aveiro.

Os alunos, com idades entre os treze e os quinze, e os professores das seis escolas dos cinco países envolvidos no projeto, nacionais e estrangeiros, partilharam experiências inesquecíveis, durante toda a semana, comunicando sobretudo em língua Inglesa, num ambiente de total camaradagem e amizade.

O programa foi rico em atividades de interesse ecológico e cultural e o plano desenhado para a Mobilidade Portuguesa foi cumprido integralmente. Na visita a Vila Nova de Gaia, a comitiva passeou pelo cais, aprendeu sobre o Vinho do Porto nas Caves da Sandman e entrevistou estrangeiros em grupos multinacionais. Depois de subir no teleférico, e já no Porto, passearam pelas ruas e cumpriram com as tarefas propostas para os grupos. A tarde terminou em Serralves, com a Treetop Walk, seguida pela incontornável Francesinha.

Na Quarta foi a vez de conhecerem Ovar e os seus azulejos, com uma workshop na escola de Artes e Ofícios onde também puderam assistir à estreia do Minifilme de Animação “Purgatory Airlines”, realizado pelo professor João Católico, e no qual os alunos do projeto também contribuíram com desenhos e vozes. Houve, ainda, uma workshop de animação, na EBMMO, passeio no Furadouro, visita à lindíssima Igreja de Válega e jantar, com Fados, na Casa do Povo de Válega, onde puderam degustar uma ceia “à antiga”. No dia seguinte, e após experimentarem canoagem na Marina do Carregal, em Ovar, o comboio levou a comitiva até Aveiro, para um passeio de Moliceiro, na Ria, e uma visita guiada às Salinas.

Para encerrar as atividades em grande, no final da semana, no Dia Europeu do Mar, o grupo usufruiu de uma aula de surf, pela escola Greencoast, em Espinho, fez uma visita guiada à Lagoa de Paramos, orientada pelo Investigador da Universidade de Aveiro, Dr. Eduardo Ferreira, explorou a flora das dunas da praia, com a professora Dalila Reis, em parceria com a Bandeira Azul, e procedeu à limpeza da praia e ao combate a infestantes: arranque de chorões e de acácias. A noite terminou na Academia de Música com um excelente espetáculo pela Orquestra de Jazz de Espinho: Cantigas de Maio, com direção musical de Daniel Dias e Paulo Perfeito.

Sábado foi dia de encerramento da semana e do projeto. O dia começou cedo, com trabalho multinacional na escola e reunião de coordenadores. A partir das 17 horas, tudo se passou no FACE, onde a comitiva se aliou às celebrações do Dia dos Museus, com a Ritmar e a Rusga de S. Pedro, na presença do Presidente da Câmara e da Vereadora da Educação, entre outros representantes da autarquia. Houve, ainda, vários momentos dançantes, orientados pela professora Sara Castro, onde alunos nacionais e estrangeiros participaram, e o jantar volante, magnificamente preparado pelos Encarregados de Educação dos alunos envolvidos no projeto, também presentes. A festa foi encerrada no auditório do FACE, onde os presentes puderam assistir à apresentação do pequeno vídeo, em Stop Motion, criado na Workshop de Animação desenvolvida em Ovar, e orientada pelo professor João Católico, e aos últimos agradecimentos pelos coordenadores do projeto e pelos diretores dos Agrupamentos envolvidos, Ilídio Sá e Nuno Gomes. Seguiu-se muita dança e… choradeira.

Alunos e professores terminaram a semana, intensa de atividades e emoções, de alma cheia. Segundo eles, foi uma experiência para a vida. O valor dos projetos Erasmus é inegável, pois proporcionam momentos inesquecíveis a quem neles participa e contribuem sobremaneira para a formação de cidadãos mais completos, tolerantes, inclusivos e respeitadores da variedade, do património e da natureza.

Latest Posts

spot_imgspot_img

NÃO DEIXE DE VER

EspinhoTV

GRÁTIS
BAIXAR