fbpx
19.9 C
Espinho Municipality
Sexta-feira, Junho 25, 2021
Inicio Notícias Cultura 47.º Festival Internacional de Música de Espinho

47.º Festival Internacional de Música de Espinho

Data

- Publicidade -
Nicolas Altstaedt & Orquestra Gulbenkian, Les Vents Français, Ian Bostridge, Frank Peter Zimmermann & Martin Helmchen, Jean Rondeau & Thomas Dunford, Richard Bona & Orquestra Clássica de Espinho, Le Banquet Céleste, Yamandu Costa convida Luís Guerreiro e Martín Sued, Orquestra Clássica de Espinho, Jan Garbarek, FIME Ensemble & Drumming GP, Bill Frisel Trio e China Moses vão pisar os palcos da 47.ª edição do Festival Internacional de Música de Espinho, com início no próximo dia 11 de junho.

A última edição sofreu várias alterações, tanto no formato como no calendário que foi transportado para setembro e prolongado no tempo até dezembro. Mesmo assim, com o agravar da situação pandémica durante os concertos do último mês do festival, os mesmo não se realizaram. Neste regresso em 2021 esses mesmos concertos foram recuperados, sendo que a programação se prolonga até ao dia 24 de julho.

O Festival Internacional de Música de Espinho (FIME) é um dos primeiros festivais de música clássica/erudita em Portugal, tendo realizado a sua primeira edição em 1964. Considerado um dos Festivais de referência do género em Portugal, o FIME apresenta uma programação que corresponde à estrutura que foi consolidando ao longo de décadas, onde pontuam alguns dos princípios fundamentais do Festival em termos artísticos, nomeadamente, a apresentação de uma programação diversificada, imaginativa e transversal em termos de estilos e épocas, valorizando a apresentação de obras de referência e artistas criteriosamente escolhidos, com carreiras reconhecidas pelas suas interpretações.

O Festival consolidou ao longo dos anos uma programação em que a música erudita e o jazz se combinam, cruzando públicos e diversificando a oferta, apresentando concertos a solo, em música de câmara, ensembles diversos e orquestras, abrangendo desde a música barroca à contemporânea, sempre com uma forte aposta em repertórios de exceção e projetos artísticos de projeção internacional. Ao longo das últimas décadas, o FIME apresentou intérpretes de referência a nível internacional.
Com a bilheteira a funcionar desde 27 de maio, este será um Festival a não perder!

Link Relacionado: Mais informações

Últimas notícias

- Publicidade -

APP EspinhoTV

Disponível no Google Play

EspinhoTV

GRÁTIS
BAIXAR