“Cadernos D’Espinho” apresentado no salão nobre da Piscina

McDonalds_530x80_baixonoticia
McDonalds_530x80_baixonoticia
O primeiro caderno da série de 14 volumes “Cadernos d’Espinho” foi apresentado este sábado (15 junho), no Salão Nobre da Piscina Solário Atlântico.
A coleção que conta com centenas de imagens, recordações e factos históricos sobre a cidade será editada ao longo dos próximos dois anos, com a publicação de um caderno a cada dois meses.
A colecção “Cadernos d’Espinho”, celebram “a memória e a história” de Espinho, ao longo de 120 anos. O primeiro volume foi apresentado na véspera do feriado municipal que se comemora a 16 de junho, no qual se celebra a elevação de Espinho a cidade no ano de 1973.
Foi ainda inaugurada uma exposição sobre as origens dos banhos de mar nos muros exteriores da Piscina Solário Atlântico, um espaço que tem espaço num dos capítulos do primeiro volume dos “Cadernos d’Espinho”. A história dos casinos, o cinema e o teatro em Espinho serão alguns dos temas abordados ao longo dos 14 volumes da coleção.
O projeto foi desenvolvido pelos jornalistas da RTP,  Mário Augusto e Luís Costa e pelo historiador Armando Bouçon, chefe de Divisão da Cultura e Museologia da Câmara Municipal de Espinho.

Artigos Relacionados