Cardinho e Miguel Moreira estreiam-se com a OJE em ciclo de concertos

Cardinho e Miguel Moreira estreiam-se com a OJE em ciclo de concertos

A big band apresenta-se este fim-de-semana no Auditório de Espinho | Academia, no Serralves em Festa e na Casa das Artes, em Famalicão. No dia 8 de Junho, há ainda concerto em Gondomar.

Com percursos sólidos no universo jazzístico, o guitarrista Miguel Moreira e o vibrafonista Eduardo Cardinho estreiam-se com a Orquestra de Jazz de Espinho (OJE) retornando, agora enquanto solistas, a um contexto do qual ambos fizeram parte num determinado período do seu percurso académico.

É um fim-de-semana preenchido para a Orquestra de Jazz de Espinho. Esta estreia acontece num ciclo de quatro concertos, em que três deles estão programados em menos de 24 horas. A formação, com direcção musical de Daniel Dias e Paulo Perfeito, arranca os concerto este sábado (1 Junho) no Porto, com a actuação na 16.ª edição do Serralves em Festa, pelas 16h00, no palco do Prado.

O dia não termina sem que o jazz chegue à sala do Auditório de Espinho | Academia. A colaboração que junta a big band a Cardinho e Miguel Moreira apresenta o espectáculo Encruzilhadas. As contribuições dos dois músicos são instrumentais na delineação estética dos colectivos que integram. Os bilhetes para este concerto custam 8 euros, mas existem os habituais descontos para os detentores do Cartão Amigo AdE.

No domingo (2 Junho), Encruzilhadas segue caminho até à Casa das Artes, em Famalicão. Em formações que podem alternar entre o simples dueto e o tutti orquestral, a proposta artística para este ciclo que a Orquestra de Jazz de Espinho agora inicia passa por criar condições para fazer confluir as criatividades musicais de jovens talentos do jazz e, no caso, de dois alumini da casa que dá vida à OJE. O concerto em Famalicão acontece às 11h30.

A fechar a apresentação de Encruzilhadas, a formação ruma até Gondomar, onde, no dia 8 de Junho (sábado), actua no Anfiteatro do Largo do Souto.

Artigos Relacionados