A diversão continua o Festival Mar-Marionetas

McDonalds_530x80_baixonoticia

Até ao final do mês, a cidade de Espinho recebe o Festival Mar-Marionetas, organizado pela Câmara Municipal de Espinho.
No passado fim-de-semana realizaram-se três espetáculos, em diferentes locais da cidade: Museu de Espinho, Auditório de Espinho e Multimeios.
O primeiro decorreu no Museu, com o espetáculo “A Galinha Azul”, que fala da diversidade e da solidariedade, e em que se utilizam diversas técnicas de manipulação de marionetas, trabalho de ator, música e canções, da companhia Tanxarina, de Espanha.
O segundo realizou-se no Auditório de Espinho, intitulado “Poemas Visuais” da companhia Jordin Bertran. Poemas Visuais começou com um músico actor, que nos delicia com a sua música enquanto as letras manipuladas por varas sobre uma mesa, ganham vida e se vão transformando ao longo do espectáculo: o E transforma-se num cão que brinca com uma criança que é o I. O Y e o U dançam e um simples T é um incrível trapezista… O espectáculo foi inspirado na magia dos poemas do poeta catalão Joan Brossa.
Por último e já no domingo, toda a família pode assistir ao espetáculo “Fragmentos” da companhia Toni Zafra de Espanha. “Fragmentos” mostra o lado mais popular do Teatro de Marionetas de Fios que podia ser visto nas ruas, praças e mercados de toda a Itália, Europa Central e especialmente na Grã-Bretanha, entre o final do século XVIII e a primeira metade do século XX. Foi um delicioso espetáculo, onde podemos assistir a uma genuína exposição de excentricidades da Mãe Natureza, onde seres humanos, animais e objetos se revelam na expressão e na poética do movimento.

Fotos Diogo Proença e Auditório de Espinho

Artigos Relacionados