Espinho Ténis Jovem: Uma edição de eleição

McDonalds_530x80_baixonoticia

Num ano muito importante para o Clube de Ténis de Espinho, o Clube organizou uma das melhores provas do ano no escalão de sub-16. A fama de ser uma das maiores e melhores provas do calendário ficou provada com a presença dos líderes dos rankings nacional.

Nos masculinos, o algarvio Tomás Luís (Vilamoura TA) manteve o seu estatuto imaculado, vencendo o quadro de singulares batendo na final Pedro Graça (CT Tavira) por 6-4 e 6-1. Enquanto isso, no quadro feminino, a qualidade era tão alta que a jogadora número 19 foi obrigada a disputar o quadro de qualificação. No entanto, Matilde Morais (CAD) não se incomodou com isso e foi somando vitórias até que, na final, frente à número 1 nacional jogou ao mais alto nível e venceu Inês Oliveira (CTPaço Lumiar), por 6-3 e 7-6(7-2). Matilde Morais foi a grande dominadora não só por ter ganho a prova mas por não ter perdido nenhum set e nem mesmo no quadro de pares conheceu a derrota. Ao lado da vimaranense Matilde Jorge venceram na final Marisa Santos (CT Paços Brandão)/Mafalda Guedes (ET Maia) por 6-2 e 6-0.

Um torneio que infelizmente não teve, mais uma vez, nenhum jogador espinhense no quadro de inscritos.

Nas finais um destaque especial para o muito público presente e para as ilustres presenças do Presidente da Ass. Ténis de Aveiro, Jorge Portela e do Presidente da Freguesia de Espinho Vasco Alves Ribeiro.

Fotos: Francisco Milheiro

Artigos Relacionados