Exames DELF para 284 alunos

Exames DELF para 284 alunos

Nos dias 11 e 12 de maio, a Manuel Laranjeira encheu-se de alunos novos, vindos de outras escolas, para realizarem os exames DELF (Diploma de Estudos em Língua Francesa), coordenados pela Aliança Francesa do Porto.

À semelhança de anos anteriores, a Escola Dr. Manuel Laranjeira foi centro de exames DELF, tendo acolhido quase 3 centenas de candidatos. Realizaram as provas DELF 284 alunos, das escolas de Espinho, nomeadamente da Escola Manuel Laranjeira, da Sá Couto, da Gomes de Almeida, da Escola Profissional e da Escola Profissional de Musica, mas também da  Escola Secundária Almeida Garrett (Gaia),  do Agrupamento de Escolas António Sérgio (Gaia), do Colégio Internato dos Carvalhos, do Agrupamento Soares de Basto (Oliveira de Azeméis), do Colégio Nossa Senhora da Bonança (Gaia), do Agrupamento de Escolas João da Silva Correia (São João da Madeira), do Agrupamento de Escolas de Canelas, da Escola Sophia de Mello Breyner (Arcozelo), da Escola Secundária de Arouca, do Agrupamento de Escolas Diogo de Macedo(Oliveira do Douro), da  Escola Básica Júlio Dinis (Grijó),do Colégio de Educação Integral (São João da Madeira), do Colégio dos Cedros (Gaia) e do Agrupamento de Escolas da Corga do Lobão.

O DELF é uma certificação reconhecida internacionalmente que reconhece o nível de competência em Francês língua estrangeira. Este ano, além dos níveis A1, A2 e B1, houve ainda uma dezena de inscrições para o nível B2 que abre as portas das universidades francesas. Talvez por isso, e porque o domínio da língua francesa é cada vez mais solicitado nas ofertas de emprego, verificou-se , este ano,  um aumento substancial do número de inscrições- quase mais cem do que no ano anterior.Com efeito, a  Aliança Francesa do Porto registou 602 inscrições em 2015, contra  510 no ano anterior.

A Dra. Ana Maria Pereira, Diretora da Aliança Francesa do Porto , mostrou-se muito satisfeita com a disponibilidade da  Escola anfitriã e com “a forma como os alunos foram recebidos e as excelentes  condições dos espaços cedidos para as provas escritas e orais”. A  Diretora do Agrupamento, Dra Ana Gabriela Moreira, ofereceu a todos os candidatos uma pulseira com o lema do Agrupamento: “Promover a Inovação e a Excelência”.

Da equipa de corretoras / examinadoras do DELF fazem parte duas professoras de Francês de Espinho, Carlota Madeira do Agrupamento de Escolas Dr. Gomes de Almeida e Lídia Marques, o Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira.

Os resultados deverão chegar em junho e os diplomas serão entregues numa cerimónia a decorrer no primeiro período do próximo ano letivo.

Nota de Imprensa

Artigos Relacionados