Ouviu-se e viu-se “Talento ao luar” no Bairro da Ponte de Anta

As artes correspondem a uma estratégia comprovada de inclusão social pelas competências demonstradas e apresentadas e pela capacidade de melhorar a imagem e identidade social das pessoas envolvidas.

O Concerto “Talentos ao Luar” apresentado no bairro da Ponte de Anta, na 4ª feira, dia 6 de Setembro, às 22 horas, manifestou esta vertente inclusiva das expressões artísticas, nomeadamente do canto, com um grupo de crianças e jovens residentes neste espaço e que frequentam o Centro Comunitário da Cerciespinho.

Quem esteve presente pode maravilhar-se com os desempenhos surpreendentes de Ana Sofia Rocha, da Ana Silva, da Beatriz Rocha, da Marta Santos, da Sara Rodrigues, da Sónia Meireles e da Bruna Peres e com o entusiasmo e prazer do Joabe Pinto que acompanhou as atuações, na percussão.

Cantaram e encantaram os presentes com uma música escrita pelo grupo e orquestrada pelo Professor Jonas, voluntário no Centro Comunitário que organizou este evento e tem trabalhado com crianças e jovens deste Bairro de Habitação Social. Foram apoiadas pelo Diogo, estudante e também voluntário neste evento.

A noite, banhada pelo Luar, e enquadrada pelos prédios deste bairro concedeu aos presentes momentos de magia e de surpresa pelos dotes vocais das jovens participantes que, além da música que escreveram, escolheram uma canção, que incluiu “Aleluia”, do Leonard Cohen, “Que perfeito coração”, da Amália e “Um contra o outro” dos Deolinda, entre outras. As escolhas revelam gostos e modas mas também traduzem a essência da arte nestas jovens, que tão jovens incluem algumas músicas e letras exigentes e complexas.

A beleza desta noite, cheia de maravilhamento, surpresa e emoção para as artistas e para as famílias das cantoras presentes foi igualmente emotiva para os restantes que assistiram, que partilharam a emoção e sentiram o potencial patente nestas jovens. Todos percecionaram a alegria, a paixão pelo canto e o orgulho e frémito na coragem da apresentação pública do curto trabalham realizado.

A fórmula do sucesso foi apresentada pelo Professor Jonas – 20% talento, 80% trabalho, reconhecendo muito talento nas jovens presentes mas insistindo na necessidade de muito trabalho para ser possível o sucesso.

E esta noite foi um sucesso, que muito contribui para a inclusão social destas jovens, para a promoção da sua autoimagem e para a construção de uma identidade positiva, só possível pelo voluntariado do Professor Jonas e pelo incansável e contínuo trabalho de todos os colaboradores do Centro Comunitário, que acreditam na mudança, no trabalho como estratégia de construção de um mundo melhor e possuem a paixão pelo serviço realizado para as pessoas que residem no Bairro da Ponte de Anta.

Com esta paixão, com os talentos e o trabalho desenvolvido pelos clientes do centro Comunitário e pelo empenho e dedicação dos residentes e dos voluntários, vamos construindo um mundo melhor, mais inclusivo e belo!

fonte: CCPA

FOTOS DO EVENTO

Artigos Relacionados