fbpx
11.6 C
Espinho Municipality
Quinta-feira, Dezembro 3, 2020
Inicio Notícias Desporto Voleibol: Benfica vence SC Espinho e conquista Supertaça masculina de voleibol

Voleibol: Benfica vence SC Espinho e conquista Supertaça masculina de voleibol

Data

- Publicidade -
O Benfica conquistou esta quarta-feira, dia 4 de Novembro a Supertaça masculina de voleibol de 2020, ao bater o Sporting de Espinho por 3-0 (25-15, 25-17 e 25-21), num encontro disputado no Pavilhão Multiusos de Gondomar.
Os ‘encarnados’ dominaram dos dois primeiros parciais, o Espinho, que não pôde contar com o lesionado José Monteiro, deu mais luta no terceiro, chegou até a comandar o marcador e depois quebrou ante o poderio adversário, sem argumentos para lhe fazer frente. Foi a nona Supertaça conquistada pelo Benfica e a terceira consecutiva.
A diferença de armas entre as duas equipas ficou logo patente no ‘set’ inaugural, que foi quase um passeio para o Benfica, que se apresentou forte no ataque e foi somando pontos atrás de pontos com uma facilidade um pouco inesperada e rapidamente cavou um fosso pontual que se revelou inacessível para os espinhenses.
O segundo parcial foi mais do mesmo, com o Benfica muito regular e sem cometer muitos erros e os espinhenses ficarem para trás no marcador a partir da igualdade a sete pontos. Nessa altura, a equipa lisboeta somou quatro pontos consecutivos graças ao seu forte ataque e a um bom desempenho defensivo.
O brasileiro Raphael Oliveira começou a destacar-se com os seus remates e a sua classe e o Espinho voltou a ter grandes dificuldades para conter as muitas soluções que o Benfica tem ao seu dispor. Facilmente, os ‘encarnados’ impuseram-se neste “set” por 25-17 e ficaram perto do triunfo final.
O Sporting de Espinho partiu para o terceiro ‘set’ com a intenção de adiar a entrega do troféu e a verdade é que deu a sensação de que o poderia conseguir, uma vez que esteve pela primeira vez na frente do marcador (1-2, 6-7, 8-9, 10-12 e 13-15), tendo então tirado parido de uma quebra momentânea de rendimento do seu opositor.
A resposta Benfica foi muito forte, uma vez que a equipa estabilizou o seu jogo, acelerou e subiu de nível tanto na receção como no ataque e graças a isso obteve cinco pontos consecutivos, que lhe permitiram recuperar o comando do marcador (17-15).
A partir daí, o Benfica assumiu novamente o comando do jogo e, gradualmente, foi-se aproximando da vitória. O Espinho procurou resistir e Dinis Alves recorreu ao seu remate para tentar bater a defesa contrária, mas em vão, porque o Benfica não cedeu e não falhou, impondo-se no ‘set’ e no jogo e conquistando, assim, mais um troféu.
Jogo no Pavilhão Multiusos de Gondomar
Benfica – Sporting de Espinho, 3-0.
Parciais: 25-15, 25-17, e 25-21.
Sob a arbitragem de Vítor Gonçalves e José Caramez, as equipas alinharam:
– Benfica: Raphael Oliveira, Peter Wohlfahrtstatter, Marc Honoré, Hugo Gaspar, Tiago Violas, André Aleixo e Ivo Casas (líbero). Jogaram ainda: Numo Pinheiro, André Lopes, Theo Lopes, Zelão, Afonso Guerreiro e Miguel Sinfrónio.
Treinador: Marcel Matz.
– Sporting de Espinho: Robson Augusto, João Simões, André Ferreira, Gabriel Franco e Dinis Alves, Filip Cveticanin e Silva Alvar. Jogaram ainda: Manuel Figueiredo, José Monteiro, João Castro.
Treinador: Vítor Pinto.
Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia da covid-19.
Fonte Lusa 

Últimas notícias

- Publicidade -

APP EspinhoTV

Disponível no Google Play

EspinhoTV

GRÁTIS
BAIXAR