Biblioteca encheu para ouvir Gustavo Carona

A Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva associou-se, este ano, às comemorações do Dia Mundial da Saúde, assinalando a efeméride, sugerida pela Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP), com a presença do prestigiado médico anestesista e intensivista do Porto, Gustavo Carona, que se tem dedicado desde 2009 a missões humanitárias.

No passado sábado, dia 7 de abril, a sala polivalente da Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva tornou-se pequena para acolher as pessoas que quiseram ouvir Gustavo Carona, que apresentou as suas obras bibliográficas e, sobretudo, as suas experiências vivenciadas em diferentes contextos e realidades sociais com que se tem deparado.

A primeira missão foi aos 28 anos, em Moçambique, e não parou mais. Sudão do Sul, República Democrática do Congo, Afeganistão, Síria, Iémen, por aí fora… 13 missões humanitárias, e a pandemia, que no último ano o confrontou com a missão que descreve como a mais difícil da sua vida.

Já representou os Médicos Sem Fronteiras, o Comité Internacional da Cruz Vermelha e os Médicos do Mundo, em zonas de carência humanitária extrema.

Desde cedo tenta dar voz às vidas que lhe passaram pelas mãos, apelando à humanidade global pela sua escrita e pelas inúmeras intervenções pelo país fora dando aos portugueses uma visão de um mundo que quase ninguém quer ver. Em 2018 lançou o livro humanitário: “O Mundo Precisa de Saber” com o Prefácio de Jorge Sampaio. Em 2021 o livro “Diário de um Médico no combate à pandemia”

Distinguido pela Universidade do Porto como ex-aluno do ano em 2015, e com o prémio de Voluntariado Internacional.