FIME encerrou com salas cheias e grandes concertos

A 45.ª edição do Festival Internacional de Música de Espinho terminou no dia 20 de Julho, com um extraordinário concerto sinfónico que juntou o virtuoso guitarrista brasileiro Yamandú Costa e a Orquestra Clássica de Espinho. 

O concerto de encerramento do FIME sintetizou exemplarmente a excelência artística da programação do Festival que ao longo de um mês apresentou em Espinho grandes nomes da música clássica e do jazz, num total de 19 concertos, palestras pré-concerto e outras actividades.

Pelo FIME passaram mais de 200 músicos em concertos que sucederam em sete pontos distintos da cidade, destacando-se vários concertos com lotação esgotada e uma afluência de público na ordem das 7000 pessoas, além das milhares de visualizações registadas na transmissão em directo no Facebook do concerto de encerramento.

O FIME regressa em 2020, continuando assim a ser um dos primeiros festivais de música do país, não só em antiguidade mas também em notoriedade. A 46ª edição do Festival está já em fase adiantada de programação e promete a diversidade e a excelência artística que o caracterizam.

Artigos Relacionados