Futebol SCE: O sonho continua!

Futebol SCE: O sonho continua!
McDonalds_530x80_baixonoticia

O Sporting de Espinho venceu sábado o Arouca por 3-2, depois de um empate a dois golos no tempo regulamentar, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal, que terminou com dois jogadores a mais.

No Estádio do Bolhão, em Fiães, o Sporting de Espinho inaugurou o marcador por Vieirinha, aos 21 minutos, com Jota a marcar o segundo golo ainda da primeira parte (36). O Arouca, que dominou toda a segunda parte, reduziu a diferença por Diogo Costa, aos 67 minutos, chegando à igualdade por Sheriff (90+4), no último lance do tempo regulamentar.

O Sporting de Espinho acabou por garantir a vitória por 3-2 e a passagem aos oitavos de final da competição no prolongamento com um golo de Diogo Valente, aos 112 minutos, quando o Arouca já jogava com nove jogadores.

Após um início de jogo equilibrado, o Sporting de Espinho deu o primeiro sinal de perigo por Nathan, que surgiu isolado à entrada da pequena área, cabeceando para as mãos do guarda-redes Moussa Traoré, aos cinco minutos.

O Sporting de Espinho acabou por inaugurar o marcador aos 21 minutos, quando Nathan serviu Vieirinha, que, no coração da área, rematou com eficácia para o fundo da baliza do Arouca.

À entrada para o final da primeira parte, Jota ampliou a vantagem para o Sporting de Espinho ao aproveitar um ressalto na sequência de um pontapé de canto, rematando com eficácia ao segundo poste (36).

Na segunda parte, o Arouca foi mais acutilante, e depois de muita insistência acabou por reduzir a desvantagem aos 67 minutos, num cabeceamento certeiro de Diogo Costa, após a cobrança de um livre.

Depois de reduzir a desvantagem, o Arouca intensificou a pressão sobre o Sporting de Espinho e esteve perto de igualar a partida aos 75 minutos, num remate de Sheriff ao lado da baliza.

Já reduzido a dez unidades, pós expulsão de Benny, por acumulação de cartões amarelos, o Arouca chegou ao empate no último lance do tempo regulamentar, com um golo de Sheriff, na sequência de um canto (90+4).

Apesar de ter conseguido chegar ao empate, o Arouca acabou por ficar reduzido a nove unidades no início do prolongamento, quando Adílio Santos recebeu ordem de expulsão por acumulação de cartões amarelos (91).

O Sporting de Espinho teve dificuldades em aproveitar a vantagem numérica, evidenciando uma quebra física, mas acabou por chegar a vitória com um golo de Diogo Valente, após um remate eficaz no coração da área (112).

Jogo disputado no Estádio do Bolhão, em Fiães

Sporting de Espinho – Arouca: 2-2, no tempo regulamentar.

Ao intervalo: 2-0.

Prolongamento: 3-2.

Intervalo do prolongamento: 2-2.

Marcadores:

1-0, Vieirinha, 21 minutos.

2-0, Jota 36 minutos.

2-1, Diogo Costa, 67.

2-2, Sheriff, 90+4.

3-2, Diogo Valente, 112.

Equipas:

– Sporting de Espinho: Bruno Silva, Mica, Amadeu, João Pinto, Gonçalo, João Ricardo, Eduardo Baldé (Diogo Valente, 80), Vieirinha (Paulo Jorge, 70), Chapi (Ivan Santos, 98), Jota e Nathan (Christian, 87).

(Suplentes: Kadu, Paulo Jorge, Betinho, Miguel Baptista, Christian, Diogo Valente e Ivan Santos)

Treinador: João Ferreira

– Arouca: Moussa Traoré, Thales, Diogo Costa, Benny, Assana Baldé (João Basso, 78), Marco Soares, Yaw Moses, Adílio Santos, André Salvador (Sheriff, 60), Sanchez Costa (Ibrahim, 51) e Fábio Fortes (Miguel Abreu, 88).

(Suplentes: Victor Braga, André Silva, João Basso, Miguel Ângelo, Ibrahim, Miguel Abreu e Sheriff)

Treinador: Henrique Nunes.

Árbitro: António Moreira (AF Vila Real).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Amadeu (44), Eduardo Baldé (54), Assana Baldé (58), Adílio Santos (65 e 91), Iaw Moses (79), Benny (84 e 90) e João Pinto (108). Cartão vermelho para Benny (90) e Adílio Santos (91).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.

in: Sapo Desporto

Artigos Relacionados