Orquestra Clássica de Espinho e Coro Sinfónico Inês de Castro brilharam em concerto de Páscoa

Com direção musical do maestro Artur Pinho Maria, “Requiem for the Living” foi interpretada por um coro de cerca de 70 pessoas do Coro Sinfónico Inês de Castro, acompanhados pela Orquestra Clássica de Espinho, contando ainda com a presença do tenor Cliff Pereira e das sopranos Miranda Sinani e Inês Romeira.

“Requiem for the Living” é uma das obras mais brilhantes de Dan Forrest, capaz de projetar valores e sentimentos urgentes a defender na atualidade, como a liberdade e a conciliação.

O Requiem tem uma mística própria. Da Igreja à sala de concertos e ao teatro de ópera, compositores ao longo da História musicaram os textos da Missa para os Fiéis Defuntos. O americano Dan Forrest escreveu o Requiem for the Living em 2013 e a obra teve um grande sucesso. Escrito para dois solistas, coro e orquestra, convida o público à meditação introspectiva que marca o período pascal numa era de incerteza.

Este concerto, realizado na Igreja Matriz de Espinho, esta terça-feira à noite, dia 12 de Abril, está inserido na programação de Páscoa da cidade, organizada pela Câmara Municipal de Espinho.