Viet Vo Dao: Rita Tavares conquista duas medalhas de bronze no Campeonato do Mundo

McDonalds_530x80_baixonoticia

Atleta da Associação Portuguesa de Artes Marciais Viet Vo Dao-Tran Vo Dao, Rita Tavares conquista duas medalhas de bronze no campeonato do mundo de artes marciais vietnamitas no Vietname.

Entre os dias 20 e 26 de Agosto de 2018 decorreu na capital do Vietname – Hanoi, a segunda edição do Campeonato do Mundo de Artes Marciais Vietnamitas, organizada pela federação mundial de artes marciais vietnamitas (World Federation of Vocotruyen Vietnam – WFVV). O evento contou com a participação de centenas de atletas, vindos de 27 países dos 5 continentes.

A Federação Portuguesa de Artes Marciais Vietnamitas (FPAMV) este presente no maior evento mundial da modalidade com uma pequena delegação constituída pelo Mestre Carlos Tavares (chefe da delegação), pelo mestre Jorge Belinha (treinador nacional) e pela professora Rita Tavares (atleta), todos eles Espinhenses e membros da Associação Portuguesa de Artes Marciais (APAM) sedeada na nossa cidade de Espinho.

 

Rita Tavares participou em duas modalidade – formas de mãos nuas e formas de armas articuladas – e em ambas as competições Rita Tavares obteve o terceiro lugar, subindo assim ao pódio por duas vezes.

Desta forma Portugal apenas com uma atleta presente em competição conseguiu conquistar duas medalhas de bronze. Um excelente resultado.

É ainda de referir o ambiente festivo, e de amizade, que se respirou desde o instante inicial até ao instante final da competição. Uma verdadeira celebração da amizade e uma verdadeira homenagem ao espírito das artes marciais.

Além da participação no campeonato do mundo, a deslocação ao Vietname serviu também para reforçar os laços de amizade que unem o Viet-Vo-Dao praticado em Portugal com o Viet-Vo-Dao praticado no Vietname. Assim, na semana que antecedeu a competição, a delegação portuguesa esteve presente numa outra cidade Vietnamita (Nha Trang), tendo tido a oportunidade de treinar diariamente com o Mestre Hoang Nguyen Pham, diretor técnico do Minh-Long Vietname (uma arte marcial Vietnamita com larga expressão mundial). As largas horas de treino serviram para aprimorar técnicas e aprofundar conhecimentos, muito úteis quer sob o ponto de vista competitivo, quer sobre o ponto de vista técnico.

Artigos Relacionados